Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \31\UTC 2009

“Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do Homem”                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           Mateus 24.44

Hoje foi o dia consagrado ao Clamor das Igrejas Evangélicas e a nossa Igreja Filadelfia (www.imef.org.br) e nós participamos com muita alegria, pois sabemos que pode muito a oração da uma igreja unida.  Estamos bastante conscientes de que a nossa postura deve ser a de vigilância, para o momento que vivemos.

Cabe aqui lembrar o livro de Habacuque, profeta que viveu no tempo de Jeremias, no reino de Judá, era um homem culto que enfocava a santidade de Deus e escreveu sobre a justiça de Deus sobre Jerusalém e Judá. Clama ele a Deus, buscando a realização da justiça de Deus, declarando, como o salmista: “Por que, Senhor, te conservas longe? e te escondes nas horas de tribulação?” (Salmo 10.1) . E Deus ouvindo  o pedido  do profeta, responde, revelando ao seu porta-voz, que o julgamento é iminente.

O tempo que hoje vivemos em nada difere do vivido pelo profeta, que se colocou “na guarda e sobre a fortaleza se apresentou e vigiou” e o Senhor respondeu a ele e disse: “Escreve a visão e torna-a bem visível sobre tábuas, para  que a possa ler, o que correndo passa.” (Habacuque 2.2).  Também nos cabe exibir o alerta daquilo que é iminente, o juízo de Deus.

Muitas vezes somos colhidos de surpresa por um fato, agradável, como uma visita inesperada de um amigo querido, ou outro nem tanto, como um prejuízo também inesperado que nos surpreende.

Tambem será um surpresa o retorno de Jesus Cristo. Será a surpresa mais gloriosa e maravilhosa para todos aqueles que O conhecem e entregaram suas vidas a Ele.  Para aqueles que estão vivos, seus corpos serão transformados “num piscar de olhos” e se encontrarão com Cristo nos ares! Imagine que surpresa será isso. Você estará  fazendo suas atividades rotineiras quando, subitamente e sem aviso, seu corpo é completamente transformado na semelhança do corpo ressurrecto de Cristo e você “decola” para encontrar com Cristo no ar.

Para aqueles que não conhecem a Cristo, sua volta também será uma surpresa – mas uma surpresa bem desagradável. Porque logo se seguirá o julgamento, e aqueles sem Cristo passarão a eternidade do inferno.

Deveriamos usar cada oportunidade que temos para falar com outros do nosso glorioso Salvador que quer que todos nos encontremos com Ele nos ares e vivamos com Ele para sempre.

Nosso Deus e Pai, espero com expectativa a tua próxima vinda. Teu retorno triunfante será um dia de alegria e comemoração para mim, porque sou tua filha. Prepara-me, Mestre, para este grande dia para que eu esteja pronta para encontrar-te no ar. Em nome de Cristo, o Senhor. Amém. 

                                            


Anúncios

Read Full Post »

“…chegaram-se a Ele os seus discípulos, em particular, dizendo:  Dize-nos quando serão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? “                                                                                                                                                                                                                                                                                 Mateus 24.3

Sempre que surge no cenário mundial, uma ameaça, como a que nesta semana aconteceu com uma nova demonstração de insanidade do ditador norte-coreano Kim Jong Il,  vem também ao pensamento das pessoas que tem conhecimento  do conteúdo das profecias bíblicas, do apocalipse, de modo inevitável, e se instala um temor pelo que possa ocorrer. Afinal o homem conseguiu produzir artefatos muito perigosos, capazes sim, de destruir o planeta.

Há três palavras gregas usadas no novo testamento para descrever a segunda vinda de Cristo. A primeira é parousia, que dá a idéia da presença pessoal de Cristo. Em outras palavras, quando Cristo voltar, Ele virá em pessoa.

A segunda palavra é epiphaneia, que dá a idéia de aparição. É como uma estrela, não vista à luz  do dia, que subitamente aparece na escuridão da noite. Daí temos a palavra epifania.

A terceira palavra é apokalupsis, que dá a idéia de desvendar. É o desvendar daquilo que estava oculto. 

Ao celebrarmos o Natal de Jesus, celebramos a primeira aparição, que foi quieta –  os pastores, a estrela e a manjedoura. Sua segunda vinda será com os deslumbrantes guerreiros do céu, para tratar com qualquer situação e para derrotar os inimigos de Deus até que ele tenha subjugado o mundo inteiro.

A segunda vinda de Jesus  Cristo será uma série de eventos acontecendo durante um longo período.                                                                                Existem muitos debates entre os teólogos a respeito do significado dessas passagens, mas há uma coisa com a qual todos que amam a Jesus Cristo concordam – Jesus Cristo está voltando.

Quando Cristo veio pela primeira vez, Ele tratou com o mal, como individual e hereditário. Quando Ele vier outra vez, Cristo vai tratar com a prática do mal. Ele vai instituir uma época de tal benevolência que o mal não poderá reinar;  e crueldade, opressão e escravidão não existirão mais. Tudo isto acontecerá como resultado do reino pessoal de Cristo, que se seguirá a seu retorno.

Para o verdadeiro crente em Jesus Cristo, o futuro está assegurado. O amanhã pertence a você. Esperamos o distante soar da trombeta anunciando a volta de Jesus Cristo. Os cristãos olham para esse amanhã quando o Reino de Deus deverá chegar.

Nosso Deus e Pai, sei que todo joelho se dobrará a ti quando vieres novamente com teus poderosos anjos. Mas eu me curvo a ti agora, humldemente, em agradecimento e em arrependimento por cada pecado meu . Tú és o Deus poderoso e eu, tua humilde serva. Ajuda-me a estar preparada para quando vieres novamente. Em Cristo. Amém 

Read Full Post »

“Muita paz tem os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço”.

                                                                                                                                                                      Salmo 119. 165

O Salmo 119.165, diz que a paz é dom de Deus. Ele tem a fórmula para a paz. Sua fórmula é na pessoa de seu Filho, Jesus Cristo, a quem designou como Príncipe da Paz. As nações deste mundo rejeitaram a paz que Deus oferece. Elas planejam e fazem guerra. Contudo existem milhões de pessoas no mundo todo que têm paz neste momento porque elas encontraram o segredo da paz. Elas tem paz no coração, como a Bíblia ensina: “Sendo,pois justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo”.

A verdadeira guerra na qual a humanidade está enganjada é a guerra da rebeldia contra Deus. Esta rebeldia trouxe destruição, sofrimento, miséria, frustração e muitos outros males para a população do mundo. Deus deseja ver essa rebelião terminar. Ele enviou seu Filho, Jesus Cristo, para a cruz, numa demonstração de seu amor e misericórdia. Ele nos pede para ir à cruz em arrependimento de nossos pecados e submissão de nossa vontade a ele. Ele promete um tratado de paz para todos os que chegarem pela fé.

O sabio Charles Spurgeon, descreveu a Paz de Deus desta maneira:

“Na ressurreição, nossa natureza será cheia de paz. Jesus Cristo não teria dito, “Paz seja convosco” (Lucas 24.36), se não houvesse paz dentro de si mesmo. Ele era calmo e imperturbável. Havia muita paz em sua vida; mas depois da  ressurreição, sua paz tornou-se muito notável. Não há esforços com escribas e fariseus, não há batalhas com ninguém depois da ressurreição do Senhor.”

Você tem a paz de Cristo em sua vida? 

Nosso Deus e Pai, venho para buscar a tua paz. Abandono minha rebeldia e rendo o meu coração a ti.  Estou arrependida dos meus muitos pecados e coloco-os aos pés de Jesus na cruz. Perdoa-me Senhor; permite que eu descanse na tua paz, sabendo que sou eternamente salvo através do teu Filho Jesus. Amém.

Read Full Post »

“E, despedida a multidão, (Jesus) subiu ao monte para orar à parte. E, chegada já a tarde , estava ali só. ”                                                                                                                         

                                                                                                                                                                                                               Mateus 14.23

John Knox orou, e os resultados fizeram com que a rainha Maria dissesse que ela temia as orações de Knox, mais do que todos os exércitos da Escócia.

John Wesley orou,  e o reavivamento chegou à Inglaterra, poupando a nação dos horrores da Revolução Francesa.

Jonathan Edwards orou, e o reavivamento espalhou-se através das colonias. A história foi mudada uma vez após outra devido à oração. Todas estas vitórias foram alcançadas pela oração e é verdadeiro, a história do mundo poderia ser mudada e seu curso alterado novamente, se as pessoas se colocassem de joelhos em oração confiante.

Que coisa gloriosa se milhões de pessoas se aproveitassem do maior previlégio deste lado do céu:  Jesus Cristo morreu para tornar possível a comunhão e a comunicação com o Pai. Ele nos disse do gozo do céu quando um pecador se volta do pecado para Deus e, em seu coração, suspira numa simples oração:  “Senhor tem misericórdia de mim, pecador”.

Hoje, estamos vivendo um momento de risco para a humanidade, um ditador, na Coréia do Norte, país pobre, com população carente de todos os recursos,vivendo em penúria, um país que tem tão somente aumentado o seu exército de mais de um milhão de homens e mais grave, a bomba atômica e demonstra não ter nenhum senso de medida, colocando todo o equilíbrio do planeta em xeque, com a sua incontível e insana vaidade e presunção. O homem aprendeu, como sabemos, utilizar o poder do átomo, mas poucos de nós aprendemos como desenvolver todo o poder da oração.

Ainda não aprendemos que o homem pode ser mais poderoso, em seus joelhos, que atrás das armas mais poderosas que possam ser inventadas.

Não aprendemos que a nação é mais poderosa quando está unida em oração a Deus, do que quando seus recursos estão canalizados em armamentos de defesa.

Não descobrimos que a resposta para nossos problemas pode ser através do contato com Deus.

Quando os discípulos foram a Jesus e pediram:  “Senhor, ensina-nos a orar” , o Salvador respondeu dando-lhes um modelo de petição: “A oração do Pai-Nosso”. A oração do pai nosso, contudo, foi apenas o começo dessa instrução santa. em várias passagens,  Jesus oferece mais direção, e porque ele praticava o que ensinava, toda sua vida era uma série de lições sobre a oração eficaz.

Você já aprendeu a lição dEle?

      Nosso Deus e Pai, sê misericordioso comigo, uma terrível pecadora, cujas faltas te atingem enormemente todos os dias. sonda o meu coração e encontra um lugar de pureza onde possas habitar. Dá cabo do meu orgulho e preconceito. Destrói meu ódio e desesperança.

       Peço-te que tenhas também misericórdia dos homens que não te conhecem e por isso , falhos em sabedoria e amor, tem colocado em risco a vida da humanidade. Manifesta o Teu Poder Soberano, para impedir que a loucura do orgulho venha a desencandear um conflito atômico como se ameaça acontecer. Em ti confiamos, oh! Senhor nosso e isso te pedimos em nome de Jesus, nosso Salvador. Amém.

Read Full Post »

“Então, dirá o Rei aos que estiverem a sua direita: Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e deste-me de beber;  era estrangeiro, e hospedastes-me; estava nu, e vestistes-me; adoeci e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.”

                                                                        Mateus 25. 34-36.

Assiti hoje à noite, no Jornal Nacional da Rede Globo, a exibição de uma reportagem de uma série que a emissora realizou e está sendo veiculada nesta semana, sobre o trabalho social dos  evangélicos no Brasil.  A edição de hoje focou o trabalho dos Metodistas e a obra que realizam em São  Paulo, com moradores de rua. Achei excelente o trabalho de reportagem da emissora, que realmente merece cumprimentos pela  idoneidade e seriedade com que informam sobre esse legítimo agir cristão, praticado por esta Igreja. Comovi-me até as lágrimas, pois ontem, aqui neste espaço trouxe uma mensagem que extamente exorta a esse verdadeiro viver cristão e tendo em mim que há um mover de Deus, para que se avive em nosso país, este trabalho de caridade (Amor), que é efetivamente, o modo de melhorar o mundo.

Quando as pessoas se unem na direção do bem, o sentimento de fraternidade faz aflorar os melhores sentimentos que existem na alma humana e o amor se concretiza no bem. Isso é o legado do nosso Mestre, Jesus. Importante é que tenhamos a firmeza de decidir sair de dentro do nosso comodismo e passemos a agir. O nosso próximo está bem ao nosso lado, esperando que nós tomemos a atitude que Deus espera de nós, e ela deve ser imediata. Se não agirmos, seremos como o sacerdote ou o levita na parábola do bom samaritano, contada por Jesus, em Lucas 10, 30/37, enquanto se cada um de nós fizer um pouco, ninguém mais sofrerá fome , sede ou frio.

Ocorre que nós nos prendemos pelas convenções, como vou me aproximar desta pessoa caída ao chão?  estará ele bêbado? ou drogado? está bem sujo, como reagira? eu não posso levá-lo para casa, tenho horário, compromisso. Vou telefonar para o FAS, para alguém vir buscar esta pessoa. Bem, já é alguma coisa, mas não revela alguém que tem a cruz como sinal no seu peito. E é isso que precisamos ter, o sentimento de Cristo, o amor verdadeiro que Cristo nos ensinou, mostrou, provou ser capaz, quando se tornou carne, habitou entre nós e morreu por nós, c-r-u-c-i-f-i-c-a-d-o, para nos dar dimensão do que seja amar. E Jesus assim o fez por ser também esta a vontade do Pai, que antes ainda nos amou, a ponto de concordar em ver ser filho unigênito, ser martirizado, cuspido, humilhado, maltratado, condenado e morto, num processo viciado,  ilegal, corrompido, forjado, para dar testemunho do Amor. 

Deus não pode esperar menos de nós, de que façamos aos outros tudo o que Ele fez e faz diuturnamente por nós. Deus é o mesmo hoje, do que foi quando Jesus habitou aqui na Terra, de quando o mundo foi criado pela Trindade Divina. Em verdade precisamos mesmo é de um novo coração, disposto a obedecer, cumprir todo o querer de Deus, sensível ao sentir de todo ser vivente, de toda a vida criada por Ele.

E isso, hoje, eu peço a Deus, que molde em mim esse novo coração, que me torne sensível e pronta a cumprir o mandamento de amor, que abandone o egoísmo, o comodismo e dignifique a minha existência servindo ao Senhor, na pessoa de quem Ele se apresentar a mim. No mome de Jesus. Amém

Read Full Post »

Santifica-te na verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E por eles me santificoa mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade”

                                                 João 17. 17-19

Nesta noite, no culto de oração realizado na Igreja Filadelfia,  Arilda Dutra, trouxe-nos uma mensagem de grande significado, para o momento que vivemos, em que os apelos do mundo bombardeiam o cristão intermitentemente e é, em muitas circunstâncias, muito difícil a luta incessante parase viver uma vida cristã com inteireza. E a reflexão se inicia com a pergunta?

“Afinal o que é santidade?  Como posso andar em santidade?”

 “Há um padrão determinado por Deus para nossa vida, porém a sociedade na qual vivemos nos incentiva a ter um outro padrão de vida. Mas o padrão de vida criado por Deus para um convertido nos mostra que a vida cristã, não é simplesmente uma diversão, um clubinho, um oba-oba, não é o padrão do  mundo, por isso o Senhor Jesus nos fala em João 17.15:

“Não vos peço que os tireis do mundo, mas que os livre do mal”   

Mas o que fazer?  A vida cristã que vivemos hoje é a que deveriamos estar vivendo?  Pois a vida que deveriamos estar vivendo hoje, como cristãos, não é simplesmente um estilo de vida, com uma liturgia bonita, mas sim, um compromisso com o Pai Celestial.

A principal exigência que a vida cristã requer de nós hoje é, sem dúvida, a SANTIDADE. 

Existem atualmente muitos conceitos sobre SANTIDADE.

Para muitos,  ser santo é simplesmente buscar um isolamento da sociedade, acreditando que assim não se contaminarão com as coisas ou o padrão do mundo. Para outros, é a religiosidade, achando que somente a aparência física imposta por certos costumes os tranforma em santos; Para outros ainda, ficar escondido atrás de um muro de um mosteiro os purifica e os converte em verdadeiros santos.

Mas eu quero te dizer algo nessa noite:  OS SANTOS NÃO SE ISOLAM DO MUNDO, ELES FICAM NO MUNDO PARA MUDÁ-LO.

A pergunta para mim e para você hoje é: “O que eu preciso fazer para alcançar o padrão de  Deus para a Santidade?”

Não quero ser como aqueles que pensam que a Santidade será alcançada através de autoflagelos, ou subindo escadarias de joelhos, ou andando quilometros com uma cruz nas costas, achando que com isto pode estar recebendo um favor de Deus.

Alguns pensam que viver em santidade é estar sempre com a cara amarrada, não fazer brincadeiras, não participar de uma festa. Vivem numa alienação total e absluta e achando que tudo é pecado.  E tem aqueles que acham que são santos porque praticam boas obras e com isso já estão garantidos no céu.

Mas o que o Espírito Santo colocou no meu coração nesta noite sobre a Santidade, é:

1. Humildade.  João 1.21-23  João Batista foi questionado a respeito de quem ele era. Perguntaram-lhe se era Elias, um profeta, ou quem ele era?  Humildemente ele respondeu: ‘Sou a voz que clama no deserto” que quer dizer “Eu sou a voz que prepara o caminho daquele que é maior do que eu”.  João não se exaltava e dizia:  “‘E necessário que Ele cresça e eu diminua” (João 3.30).

2. Como nós podemos diminuir para Ele crescer?

O que o  Senhor fala para  mim, para você e para a igreja nesta noite é que, sem humildade, sem reverência, sem a palavra de Deus no nosso coração, não aocntecerá o verdadeiro avivamento que estamos buscando para nossas vidas. Serão apenas  momentos de emoção e agitação e que desaparecerão ao virarmos a esquina.

O que o Espírito Santo ministrou em meu coração foi que eu, como igrejqa, como a noiva que Ele virá buscar não posso jamais esquecer da MARCA DA CRUZ. Ele falou comigo sobre esta marca. Ela não significa apenas o sangue que Ele derramou, mas sim a marca por onde o sangue verteu, o local onde os cravos foram colocados, nas suas mãos e pés.

Quando Ele apareceu para Tomé antes da sua ascenção ( João 20.27)   Ele mandou que Tomé colocasse o dedo na palma da Sua mão e também no seu lado e disse:  “Não seja incrédulo, mas crente” 

O que precisamos aprender aqui é que quando nos dispomos a viver em Santidade e humildade, o diabo não pode nos tocar, pois ao tentar fazê-lo, o Senhor Jesus colocará sua mão na frente e o inimigo verá as mãos furadas do Senhor, verá a MARCA DA CRUZ. 

Esta marca permanecerá por toda a eternidade. Amém. 


Read Full Post »

“E Jesus, tendo concluído estas parábolas, se retirou dali. E, chegando a sua terra, ensinava o povo na sinagoga, de modo que este se admirava e dizia: Donde lhe vem esta sabedoria e estes poderes milagrosos? Não é este o filho do carpinteiro? E não se chama sua mãe Maria e,  seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? E não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto?  E escandalizavam-se dele. Jesus, porém, lhes disse: Um profeta não fica sem honra senão na sua terra e na sua própria casa. E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles.”                                                                                                                                                                                                                                                                         Mateus 13.53-58

O ensino de Jesus era único. Ele tirou Deus do mundo da teoria e o colocou na prática. Ele não usava declarações ou frases ou frases qualitativas para declarar sua maneira de viver. Ele não usava frases como: “Eu me atrevo a dizer” ou “Talvez seja assim” ou “Esta é minha opinião”.

Ele falava com autoridade! Ele falava com finalidade! Ele falava como se soubesse… e Ele sabia!  Quando ele terminou de pregar o  Sermão do Monte, lemos que a “multidão se admirou da sua doutrina, porquanto os ensinava com autoridade e não como os escribas ( Mateus 7, 28,29)

Sua pregação não era uma suposição macia e vazia de um filósofo que busca a verdade, mas com prontidão admite nunca tê-la encontrado. Era mais a voz confiante de um matemático que dá suas respostas com segurança, porque a prova da resposta pode ser encontrada no problema. Será que O estou escutando – ou será que sou como um dos cínicos como o eram os Seus concidadãos? 

Nosso Deus e Pai, louvo tuas poderosas obras  –  criação, humanidade… prostro-me e adoro-te como Aquele que tem toda autoridade e poder, assim na terra como nos céus. Abençoa-me, o’ Senhor. cobre-me com tua graça e teu poder. Ensina-me a compartilhar tuas poderosas palavras com outras pessoas. Em nome de Jesus. Amém

Read Full Post »

Older Posts »