Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \31\UTC 2009

Bem aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio e cuja esperança está posta no Senhor, seu Deus.” Salmo 146.5

O  tema de redação que me permitiu ingressar na Universidade,  foi a pergunta: “tem todo o homem o direito à procura da felicidade”,  isso em 1.966.  Na ocasião a Declaração do Direitos dos Homens, princípio e fundamento da Carta Magna americana, e base para a Declaração Universal dos Homens e do Cidadão subscrita pelos países que constituíram a ONU em sua fundação,  motivou a minha resposta e minha dissertação. Valeu, entrei na Faculdade de Direito e meus ideiais de igualdade, liberdade e fraternidade, a mim irrefragáveis eram o norte de minhas ações políticas e filosóficas. O contato com a realidade fática nos anos subsequentes, me mostrou que alcançar estes propósitos,  era muito mais difícil do  que o ideário permitia-me imaginar e muito mais complexo do que conseguia avaliar,  e então aos poucos fui podendo perceber que apenas assegurar os direitos dos homens de serem livres, iguais e fraternos,  não asseguraria que pudessem concretizar a felicidade, essencialmente subjetiva, porém compreendi que a liberdade era essencial, a igualdade entre os homens, culminância da Justiça, e a fraternidade era algo a ser conquistado, individualmente, para que pudesse ser universal.  E a felicidade, corolário, supostamente, desses direitos, como seria alcançada? –  condições iguais para todos, como o socialismo prega,  ou mesmo a livre iniciativa,  do trabalho, que produz os resultados materias que se constituem em paradigmas de vida bem sucedida. Subjetiva e fugaz sob esta ótica, a felicidade assim definida é superficial. –  A verdadeira felicidade começa quando se está num relacionamento correto com Deus. Deus é a única fonte de verdadeira felicidade, porque Ele oferece aquelas coisas inatingíveis que nós, erroneamente acreditamos, poderem ser encontradas  na terra: contentamento, segurança, paz e esperaça para o futuro. Nenhuma delas pode ser encontrada no trabalho,  num relacionamento humano, no dinheiro, no poder ou na posição. Pertencem a Deus, para serem dadas.

Devemos pois pedir a Deus, com humildade que Ele nos dê uma insaciáverl sede de justiça. Que o Seu Espírito nos preencha e nos dê esperança, pois só então seremos verdadeiramente felizes. Nos te pedimos em nome de Jesus. Amém.

Anúncios

Read Full Post »

Desde sempre, ou desde que me recordo de ter noção de ser parte do universo, tenho dentro de mim, um anseio pela paz no mundo, e adolescente ainda,  filosofando, buscava alternativas que pudessem trazer verdadeiramente paz ao mundo. O tempo passou e cada vez mais eu me apercebi, entristecida que a paz do mundo, que me parecia tantas vezes tão facil de atingir, ficava cada vez mais distante, pensava num mundo sem fronteiras, num internacionalismo, numa fraternidade universal e a cada novo conflito que eclodia, insano, cruel, desumano,  ignobil, cínico, resultado da luta de egos e ganância de homens maus,  mais tristeza me sobrevinha. Busquei nas filosofia, já que a política nada faz, a não ser tornar ainda pior todas as coisas, uma resposta, uma solução, uma altenativa.  E assim, passando o tempo, adentrei à maturidade e apenas após o meu jubileu de ouro,  foi que encontrei o Caminho.  E já estava  anunciado,  reconhecido: –   Jesus, o Messias, prometido, anunciado, esperado, vindo,  morto, ressuscitado, ascenço à Glória, Vivo e,  por isso é possível crer no amanhã. Há um futuro pelo qual posso esperar e finalmente eu conheci, encontrei e descobri onde está a paz que tanto buscava. Ela está em Deus e  o caminho é Jesus.

   “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus;  eu te esforço e te sustento com a destra da minha justiça.” Isaias, 41.10

A ansiedade que o mundo atual provoca invariavelmente no ser humano,  é o mais nefasto dos sentimentos que tomam conta das pessoas e exatamente porque sabemos que é nociva para nossa vida,  e desejamos nos livrar dela,  porém,  como uma armadilha, cada vez mais caimos nela e mergulhamos num paranóia de ansiedade, por tudo.  Vivemos no mundo do hoje, já, agora e nada podemos fazer a não ser o que o Apóstolo Paulo disse: “Não andeis ansiosos por coisa alguma: antes, em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e suplica, com ações de graça; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus (Filipenses 4.6-7).

Nenhum homem pode trazer a paz a um mundo problemático porque não é sua para dar. Cristo disse: “Minha paz vos dou…” Não é  a paz dos homens, mas a paz de Deus. Não podemos dar aquilo que não nos pertence. Peça a Deus su paz e veja a transformação que acontecerá em sua vida”

A benção de Arão, ou benção sacerdotal,  o modo de abençoar os filhos de Israel, veio através de Moisés, de Deus: “Assim abençoareis os filhos de Israel, dizendo-lhes:   O senhor te abençoe e te guarde;  o Senhor  faça resplandecer o Seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o Seu rosto e te dê a paz.” 

Sim, os  Seus olhos sobre mim me enchem da Sua Paz.  É esta a paz que devemos buscar.

Shalom!

Read Full Post »

Um dos textos bíblicos que talvez seja dos mais conhecidos,  o mais comumente citado em todas as confissões cristãs, é o Salmo 23,  em seis versículos em que Davi, pastor, exalta a felicidade de termos o Senhor como o nosso pastor. A poesia do Rei Pastor,  descreve com exatidão e profundidade o tratamento que recebemos do nosso Amado Pastor, e ao nos determos em cada um dos cuidados que Ele amorosamente nos dispensa, maior se torna a nossa felicidade e a nossa segurança.

Isaias, (40.11) diz: “Como pastor apascentará o seu rebanho; entre os braços recolherá os cordeirinhos e os levará no seu regaço; às que amamentam, ele as guiará mansamente.

No mundo  em que vivemos, urbano,   cosmopolita,  os cuidados descritos por Davi,  ficam um pouco sem parâmetros, embora identifiquemos o desvelo e a fidelidade do pastor.  Há dez anos tive o prazer de ler, “Nada me faltará”,  de W. Philip Keller,  que como pastor de ovelhas e de almas, torna acessivel o verdadeiro significado de ser Deus o nosso Pastor.

Billy Graham, no devocional já referido aqui, expressa-se desse modo:

“A figura maravilhosa de Deus como nosso pastor é encontrada em muitos lugares do antigo Testamento. Um dos salmos começa assim: “Ó pastor de Israel, dá ouvidos; tu, que guias a José com a um rebanho”(Sl. 80.10). É maravilhoso saber que o Deus Eterno, o Criador todo-poderoso, curva-se para ser o pastor de seu povo.

   Davi fez desse relacionamento algo pessoal no salmo 23: “O Senhor é o meu pastor”, ele exclama exultante: “nada me faltará”. O resto do salmo nos diz que nada vai nos faltar. Isso nos fala da provisão do pastor enquanto ele nos leva aos pastos verdes, sua direção nas veredas da justiça (o que quer dizer o caminho certo), sua presença conosco no vale escuro. por isso Davi testifica: “meu calice transborda” (versículo 5) – com as ilimitads bençãos de Deus.

   No novo testamento Jesus usa a mesma figura para aplicá-la a si mesmo. Ele diz: “Eu sou o bom pastor, o bom pastor dá as vida pelas ovelhas. Mas o que é mercenário e não é pastor, de quem não são as ovelhas, vendo vir o lobo, deixa as ovelhas e foge; e o lobo as arrebata e dispersa. … Eu sou o bom pastor; conheço  as ovelhas e elas me conhecem (Jo. 10.11-14).

   Note quatro coisas sobre Jesus, o bom pastor. Ele é o dono das ovelhas;  elas pertencem a ele. Ele guarda as ovelhas; ele nunca as abandona quando o perido se aproxima.  Ele conhece as ovelhas; conhece cada uma pelo nome e as guia (verso 3). E ele dá a vida pelas  suas ovelhas. Tal é a medida do seu amor.

   Por isso, como um pastor de verdadeiras ovelhas, Jesus é digno de ser seguido.”

E assim ora: “Nosso Deus e Pai, com o Senhor como meu Pastor, tenho tudo o que preciso. Tu me procuras quando me perco e me conduzes em segurança de volta para o lar. Tu me das grandes presentes,  como alimento, roupas e abrigo. Tu me proteges dos meus inimigos. Sempre te seguirei, Senhor, em nome de Jesus, o Bom Pastor. Amém.”

Read Full Post »

Paz Pessoal

“Tu, Senhor, conservarás em paz aquele cujo propósito é firme; 

porque ele confia em ti.”  (Isaias 26: 3)

             Há cerca de oito anos eu me presenteei com um Devocional , Mensagens Diárias, por Billy Graham,  e depois de lê-lo, busquei comprar mais alguns exemplares, consegui apenas dois, um deles ofereci ao meu amigo e compadre, Carlos Weingartner, nos seus 60 anos, e o outro ofereci para minha filha Sheron, que na ocasião fazia residência médica em Joinville, e deixava o ninho. Do querido amigo, pediatra e cidadão de escol, não recebi o feed-back da apreciação,  porém da Sheron, sim, e este livro tem sido  amigo e apoio de sempre para ela. Para mim, é livro de cabeceira que lamentavelmente está esgotado na Editora Bom Pastor. Já lí outras obras do autor, porém esta é a minha preferida. E como o que é bom deve ser compartilhado, transcrevo também hoje, a mensagem que ele tem para  este novo dia.

“Eu sei que a vida moderna desafia a fé dos maiores cristãos, mas nenhum de nós duvidar da habilidade de Deus em dar-nos suficiente graça para nossas lutas, mesmo no meio das demandas do presente século.

    No meio dos problemas de nosso mundo, o cristão não deve se agitar, esfregando as mãos, gritando “que devemos fazer?”, tendo mais tensão nervosa que qualquer outro. O cristão deve confiar quietamente que Deus está no trono. Ele é o Deus soberano, executando todas as coisas de acordo com Seu plano.

  Em algumas partes de uma linha de trem expresso britânica, encontra-se um ninho dev tordo debaxo `dos trilhos, e a fêmea trnaquilamente sentada sobre os ovos, sem se incomodar pelo ruído dos trens ao seu redor e acima.  A Bíblia diz: “Tu, senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito e firme”.  Acredite-me, a graca de Deus é mais do que adequada para esses tempos. Eu estou aprendendo em minha própria vida, dia após dia, a manter minha mente centralizada em Cristo e as preocupações e ansiedades e inquietações do mundo  passam, e nada, a não se a “perfeita paz” permanece no coração humano.

   Deus assumiu a responsabilidade por nosso cuidado e aflição.

Quem de nós não se perguntou em tempos de aflição e dificuldade: “Deus se preocupa comigo” O salmista expressou os sentimentos de muitos de nós quando ele disse: “…refúgio me faltou; ninguem cuidou da minha alma” (Sl. 142.4)   Marta,  superpreocupada com suas tarefas diárias, disse para Jesus: “Senhor, não te importas? (Lc. 10.40) Quantas mães fiéis e amorosas, esmagadas pelo peso da maternidade clamaram ansiosamente:  “senhor, não te importas?”  Os discípulos , empurrados pelo mar turbulento, gritaram: “Senhor, não te importas que pereçamos?”(Mc:4.38)

Estas palavras foram respondidas para sempre,  nas palavras tranquilizadoras de pedro: “Ele cuida de nós”. Essa é a Palavra de deus, e o mundo vai passar antes que ela possa ser alterada. Voce pode estar absolutamente certo de que Deus cuida de voce,e se Deus cuida de voce e prometeu carregar sua carga e cuidados, então, nada deveria angustiá-lo.  

E ora assim: “Nosso Deus e Pai, trago a ti minhas angustias e dificuldades. trago a ti minhas preocupações e temores, meus problemas e provações. Entrego-os todos a ti, senhor. Por favor, ajuda-me a não tomá-los de volta de ti, mas a dormir trnaquilamente na tua paz divina com Jesus ao meu lado. Amém.”

Read Full Post »

 Há poucos dias nesta semana ainda,  assisti, na Globo News,  no programa Via Brasil,  uma reportagem que relatava a existencia de um grupo que se reune em fortaleza para meditar, visando a paz na cidade.

O grupo não era muito grande, eclético, porém fez-se notável e mereceu o destaque de um canal pago, de repercussão nacional.  Acho muito positivo,  porém me indago por que esta louvável, é claro,  prática, tem destaque,  e as  inúmeras atividades desenvolvidas por grupos religiosos não são conhecidos,  identificados e reconhecidos como importante móvel, instrumento para transformação e restauração de vidas, de famílias, através da fé e pela oração.

Nesta tarde, aqui em Curitiba houve o III Encontro de Intercessores, promovido pela AMEI -Associação das Mulheres Evangélicas Intercessoras, na Igreja Presbiteriana (Rua Comendador Araújo), e que acontece sempre na última sexta-feira de cada mês) em várias igrejas, pois trata-se de um movimento interdenominacional e que reune vários movimentos de intercessão, como Projetos Ana, Projeto Débora, Projeto Lídia e Projeto Corrente de Oraçao, tendo como mote o lema “Sejamos verdadeiras  intercessoras, irrepreensíveis na conduta, incansáveis na luta de oração, firmes na fé, vitoriosas por Cristo Jesus.”

Os motivos da intercessão são: a) Governo e Autoridades; b) Brasil; C) Pastores e líderes; d) Missionários; e) Juventude; f) Igreja; g) Unidade do Corpo de Cristo;

E no salão da Igreja, uma das mais tradicionais da cidade,  mais de uma centena de senhoras,  de várias denominações, se uniram para orar, intercedendo por famílias, juventude, infancia, segurança, pois sabemos que quando os corações se unem em amor,  a sociedade se transforma.

As próximas reuniões acontecerão nos dias 24 de abril na Igreja Presbiteriana Independente Manaim, à rua José Saóia cortes, 330 – Centro  Cívico e no dia 29 de maio  na Igreja Missionária Evangélica Filadelfia, à rua Ver. Garica Rodrigues Velho, 110, Cabral.

Há uma guerra acontecendo e as nossas armas são espirituais, com a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, nos unimos em oração, crendo que maior é o que está nós do que o que está no mundo.

Read Full Post »

Paz Pessoal

Read Full Post »

                             Texto com este título, de autoria de Jaime Kemp, em estudos na “Bíblia da Família” (SBB), foi o tema da reunião das “Mães que clamam” nesta tarde. E, pela propriedade do seu conteúdo, transcrevo-o aqui, para que possa ser conhecido por mais pessoas e proporcionar, como ocorreu a nós, ensejo de reflexão.

                              “Tenho conversado com um número cada vez maior de pais desesperados. Eles sofrem e choram por suas filhas e filhos-pelas adolescentes grávidas, pelos rapazes que saíram de casa e nunca mais deram sinal de vida, por aqueles que estão perdidos vagando pelo mundo das drogas sem terem forças para achar uma saída, por outros que aderiram à atividades ocultistas e muitas outras coisas de arrepiar os cabelos.

                             Mas tenhoo consolado esses pais pedindo que eles tenham coragem, porque Deus tem uma soluçãqo para o desespero que a alma deles está enfrentando.

                              Em pesquisa realizada no Ministério Lar Cristão, apenas 8% das famílias oram ao menos uma vez por semana e 92% não oram juntos.

                              Esse é um dos motivos, entre outros, porque tantas famílias não conseguem solucionar seus problemas.

Quando os familiares se conectam com o Criador do Universo e intercedem uns pelos outros, os filhos percebem a prioridade da oração e também se sentem motivados a orar. Quando as famílias conseguem ver Deus atuando a seu favor, respondendo suas orações – seja positiva ou negativamente-, sua fé é fortalecida. Os filhos aprendem a confiar no Senhor quando ouvem seus pais testemunhando sobre a fidelidade dEle.

                               Aqueles que são pais sabem que não é fácil criar filhos nos dias de hoje. Precisamos de muita sabedoria divina, orientaçào, paciência e jogo de cintura. Será que não chegou a hora de dedicarem  algum  tempo diariamente, para lerem a Palavra, meditarem sobre ela e orarem juntos?”

Versículos para mdeitação: Efésios 3:20;Filipenses 4:6; Tiago 4:2; 1 João 1:9; 5: 14-15.

Sempre é tempo para começar, o resultado é sempre benéfico.

Read Full Post »

Older Posts »